20.5.09

Bibliografia de Comunicação Organizacional




A lista de livro aumentou. A jornalista, Clara Mousinho, indicou mais alguns livros, agora relacionados à Comunicação Organizacional. Espero que seja útil. Abri um espaço na coluna esquerda do blog.


ABRAVANEL, H. et. al. Cultura organizacional. Bogotá: Legis Editores, 1992.

ÁLVAREZ, T.; CABALLERO, M. Vendedores de Imagen. Barcelona: Paidós, 1997.

BAHIA, B. Jurez. Introdução à comunicação empresarial. Rio de Janeiro: Murad, 1995.

BALDISSERA, Rudimar. Comunicação organizacional: o treinamento de recursos humanos como rito de passagem. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 2000.

BARCELÓ, M. (coord.). Hacia una economía del conocimiento. Madrid: PriceWaterhuse Coopers-Esic, 2001.

BARTOLI, Annie. Comunicación y organización (la organización comunicante y la comunicación organizada). Barcelona: Edic. Paidós, 1992.

BARTOLI, Annie. Comunicación y Organización. Buenos Aires: Paidós, 1992.

BEKIN, Saul Faingaus. Conversando sobre o endomarketing. São Paulo: Makron Books, 1995.

BENAVIDES, J. (ed). Director de Comunicación. Madrid: Edipo, 1993.

BERNSTEIN, D. La imagen de la empresa y la realidad. Barcelona: Plaza y Janés, 1986.

BORDOW, Allan e MORE, Elizabeth. Managing organizational communication. Melbourne: Longman, 1991.

BRUM, Analisa de Medeiros. Endomarketing. Porto Alegre: Leite&PM, 1998.

BUENO, Wilson da Costa. Comunicação empresarial: teoria e pesquisa. Barueri: Manole, 2003.

BURKE, W. Warner. Desarrollo organizacional (Punto de vista normativo). U.S.A.: Edic. Addison-Wesley iberoamericana, 1988.

CAHEN, Roger. Tudo que seus não lhe contaram sobre comunicação empresarial. São Paulo: Best Seller, 1990.

CAPRIOTTI, P. Planificación estratégica de la imagen corporativa. Barcelona: Ariel, 1999.

CARDOSO, Cláudio (org.) Comunicação organizacional: novas tecnologias, novas perspectivas. Salvador: UniBahia Editora, 2002.

CARRASCOSA, J.L. Comunicacción, una comunicación eficaz para el éxito de los negocios: Madrid: CDN, 1992.

CASTILLO, J.; BAYÓN, M. ARTETA, R. La empresa ante los medios de comunicación. Bilbao: Ediciones Deusto, 1992.

CERQUEIRA, Wilson. Endomarketing: educação e cultura para a qualidade. Rio de Janeiro: Qualitymark Ed, 1999.


COLLADO, Carlos Fernandes (Org). La comunicación en las organizaciones. México: Editorial Trillas, 1996.

CORMAN, Steven R. et al. Foundations of organizational communication: a reader. New York & London: Longman, 1990.

CORRADO, Frank M. A força da comunicação: quem não se comunica... São Paulo: Tradução: Barbara Theoto Lambert. Makron Books, 1994.

CORRÊA, Tupã Gomes & FREITAS, Sidnéia Gomes (Orgs.). Comunicação, marketing, cultura: sentidos da administração, do trabalho e do consumo. São Paulo: ECA/USP, 1999, p. 203-266.

CORRÊA, Tupã Gomes (org.). Comunicação para o mercado: instituições, mercado, publicidade. São Paulo: Edicon, 1995.

COSSIO DE VIVANCO, Jose Luis. La cultura organizacional. Lima: Edic. SISFISA, 1988.

COSTA, J. Imagen Pública, una ingeniería social. Madrid: Fundesco, 1992.

COSTA, Joan. Comunicación corporativa y revolución de los servícios.

COSTA, Joan. Identidad corporativa. México D.F.: Edic. Trillas, 1993.

COSTA, Joan. Imagen corporativa en el siglo XXI. Buenos Aires: La Crujia, 2001

COSTA, Joan. La comunicación em acción. Barcelona: Paidós, 1999.

CROWLEY, David; MITCHEL, David. Communication theory today. Cambridge: Polity Press, 1994.

CURVELLO, João José. Comunicação interna e cultura organizacional. São Paulo: Scortecci, 2002.

CHAPARRO, Manuel Carlos. A notícia bem tratada na fonte. São Paulo. 1989. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) – ECA-USP.

CHAVES, N. La imagen corporativa: teoría y metodología de la identificación institucional. Barcelona: Gustavo Gili, 1988.

CHAVES, Norberto. La imagem corporativa: teoría y metodología de la identificación institucional. 3a. ed., México: Gili, 1994.

CHAVES, Norberto. La imagen corporativa (teoría y metodología de la identificación institucional). Edic. Barcelona: Gustavo Gili, 1988.

D’APRIX, Roger. La comunicación (clave de la productividad). México: Edic. Limusa, 1986.

DANIELS, Tom D. e outros. Perspectives on organizational communication. 4a. ed. Dubuque: Brown & Benchmark, 1997.

DEL POZO LITE, Marisa. Cultura empresarial y comunicación interna: su influencia en la gestión estratégica. Madrid: Fragua, 1997

DENISON, Daniel R. Cultura corporativa y productividad organizacional. Bogotá: Edic. Legis, 1991.

DIAS, Vera. Como virar notícia e não se arrepender no dia seguinte. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 1994.

DOWBOR, Ladislau et alli. (orgs.). Desafios da comunicação. Petrópolis; Vozes, 2001.

DOWNS, Cal W. Communication audits. Illinois: Scott, Foresman and Company, 1988.

DUARTE, Jorge (org.). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia. São Paulo: Atlas, 2003.

DUARTE, Jorge. Assessoria de imprensa: o caso brasileiro. In: BARROS, Antonio; DUARTE, Jorge; MARTINEZ, Regina (orgs.). Comunicação: discursos, práticas e tendências. Brasília: Rideel / UniCeub, 2001.

EISENBERG, Eric, GOODALL JR., H. L. Organizational communication: balancing creativity and constraint. 2a. ed. New York: St. Martin´s Press, 1995.

ELTZ, Fábio. Qualidade na comunicação: ferramenta estratégica para encantamento do cliente. Salvador: Casa da Qualidade, 1994.

FARIA, A Nogueira e SUASSUNA, Ney Robinson. A comunicação na administração. Rio de Janeiro: LTC – Livros Técnicos e Científicos, 1982

FERNANDEZ COLLADO, Carlos. La comunicación en las organizaciones. México D.F.: Edic. Trillas, 1991.

FIGUEIREDO, Rubens & NASSAR, Paulo. O que é comunicação empresarial. Coleção Primeiros Passos. São Paulo, 1995.

FLORES, Silvana Padilha. A empresa familiar e o exercício do poder. Caxias do Sul: EDUCS, 2001.

FREITAS, Ricardo Ferreira & SANTOS, Luciane Lucas dos (orgs.). Desafios contemporâneos em comunicação: perspectivas de relações públicas. São Paulo: Summus, 2002.

FRENCH, Wendell L. y BELL, Cecil H. Desarrollo Organizacional (aportaciones de las ciencias de la conducta para el mejoramiento de la organización). México: Edic. Prentice-Hall Hispanoamericana, 1995.

GALINDO, Daniel dos Santos. Comunicação mercadológica em tempo de incertezas. São Paulo: Icone , 1986.

GARBETT, Thomas F. Imagen corporativa (como crearla y proyectarla). Bogotá: Edic. Legis, 1988.

GARRIDO, F.J. Comunicación Estratégica. Barcelona: Gestión 2000, 2001.

GOLDHABER, Gerald M. Comunicación organizacional. México: Edic. Diana, 1984.

GOMES, Nelson e NASSAR, Paulo. A comunicação da pequena empresa. São Paulo: Globo 1997.

GRACIOSO, Francisco. Propaganda institucional: nova arma estratégica da empresa. São Paulo: Atlas, 1995.

GREINER, Larry E.; SCHEIN, Virginia E. Poder y desarrollo organizacional (la movilización del poder para implantar el cambio). U.S.A.: Edic. Addison-Wesley Iberoamericana, 1990.

HALL, Richard H. Organizaciones (estructura y proceso). México: Edic. Prentice-Hall Hispanoamericana, 1983.

HENRIQUES, Márcio Simeone (org). Comunicação e Estratégias de mobilização social. Belo Horizonte: Gênesis – Fundação Educacional e Cultural, 2002.

HUMBERG, Mário Ernesto. Ética na política e na empresa: 12 anos de reflexões. São Paulo: Editora CLA, 2002.

HUSE, Edgar F.; BOWDITCH, James L. Comportamiento humano en la organización. Bilbao: Edic. Deusto, 1976.

IND, Nicholas. La imagen corporativa. Madrid: Edic. Diaz de Santos, 1992.

JENNINGS, Marie; CHURCHILL, David. Como gerenciar la comunicación corporativa (Pautas para la acción). Bogotá: Edic. Legis, 1991.

KOLB, David A., RUBIN, Irwin M.; McINTYRE, James M. Psicología de las organizaciones: problemas contemporáneos. México: Edic. Prentice-Hall Hispanoamericana, 1985.

KOPPLIN, Elisa, FERRANETTO, Luis A. Assessoria de imprensa: teoria e prática. 2a. ed. Porto Alegra: Sagra / DC Luzzato, 1996.

KREPS, G. L. La comunicación en las organizaciones. Barcelona: Addison-Wesley Iberoamericana, 1995.

KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Universidade e comunicação na edificação da Sociedade. São Paulo: Loyola, 1992.

LOPES, Marilene. Quem tem medo de ser notícia? Da informação à notícia: a mídia formando ou “deformando” uma imagem. São Paulo: Makron Books, 2000.

LOSADA J.C.; HELLÍN, P. (coord.). Organización y Cultura: la Identidad Corporativa, monográfico de la revista científica Sphera Publica. Murcia: Ediciones Universidad Católica San Antonio de Murcia, 2002.

LOSADA, Á. La comunicación institucional en la gestión del cambio: el modelo universitario. Salamanca: Publicaciones Universidad Pontificia de Salamanca, 1998.

LOSADA, J.C. Prensa e Imagen Corporativa en la Universidad. Murcia: Ediciones Universidad Católica San Antonio de Murcia, 2002.

LUCAS MARÍN, A. La comunicación en la empresa y en las organizaciones. Barcelona: Ed. Bosh, 1997.

LUCENA FILHO, Severino. Azulão do bandepe: uma estratégia de comunicação organizacional. Recife: Edição do autor, 1998.

MACHADO NETO, Manoel Marcondes. Marketing cultural: das práticas à teoria. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2002.

Madrid: Ediciones de las Ciencias Sociales, 1995.

MARTINEZ DE VELASCO, Alberto; NOSNIK, Abraham. Comunicación organizacional práctica. México D.F: Edic. Trillas, 1995.

MINGUEZ, N. "Un marco conceptual para la comunicación corporativa". In: ZER, revista de Comunicación. nº7, diciembre. Bilbao: Universidad del País Vasco, 1999.

MORGAN, Gareth. Imágenes de la organización. México D.F: Edic. Alfaomega, 1991.

MORGAN, Gareth. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1996.

NEVES, Roberto de Castro. Comunicação empresarial integrada: como gerenciar: imagem, questões públicas, comunicação simbólica, crises empresariais. Rio de Janeiro: Mauad, 2000

NOGUEIRA, Nermércio. Media training. São Paulo: Cultura, 1999.

ONGALLO, Carlos. Manual de Comunicación. Madrid: Dykinson, 2000.

PIMENTA, Maria Alzira. Comunicação empresarial. 3a. ed. Campinas: Editora Alínea, 2002.

PINHO, J. B. O poder das marcas. São Paulo: Summus, 1996.

PINTO, Eduardo. Comunicação para a produtividade: o que você tem a ganhar com a comunicação. Rio de Janeiro: Quarted Editora, 1994.

POZO LITE, M. Cultura Empresarial y Comunicación Interna. Madrid: Fragua, 1997.

RAMÍREZ, T. Gabinetes de Comunicación: funciones, disfunciones e incidencia. Barcelona: Bosch, 1995.

RAMOS PADILLA, Carlos G. La comunicación (un punto de vista organizacional). México D.F.: Edic. Trillas, 1991.

REDFIELD, Charles E. Comunicações administrativas. 4º ed. Rio de Janeiro: FGV, 1980.

RESTREPO, M.; Rubio Angulo, J. Intervenir en las organizaciones. Santafé de Bogotá: Significantes de Pepla, 1992.

RODRIGUEZ MANSILLA, Darío. Diagnostico organizacional. Chile: Edic. Universidad Católica de Chile, 1992.

ROMÁN, Y.(coord.). Los nuevos retos de la comunicación ante el exceso de información: la comunicación empresarial e institucional. Madrid: ADC Dircom, 1998.

SANTOS, Rogério. A negociação entre jornalistas e fontes. Coimbra: Editora Minerre, 1997.

SCHEINSOHN, Daniel A. Comunicación estrategica. Buenos Aires: Edic. Macchi, 1993.

SCHILLER, Herbert I. Cultura S.A. (La apropiación corporativa de la expresión pública). México: Edic. CEIC, 1993.

SCHVARSTEIN, Leonardo; ETKIN, Jorge. Identidad de las organizaciones. Invariancia y cambio. Buenos Aires: Ed. Paidós, 1990.

SERIEYX, Hervé. O big bang das organizações. Lisboa: Instituto Piaget, 1995.

SEXTON, William P. Teorías de la organización. México D.F.: Edic. Trillas, 1994.

SOBREIRA, Geraldo. Como lidar com os jornalistas. São Paulo: Geração Editorial, 1993.

SOTELO ENRÍQUEZ, C. Introducción a la Comunicación Institucional. Barcelona: Ariel Comunicación, 2001.

TAPPARELLI, Alessandra Terrazas et al. Relações assessorias & redações: conclusões e recomendações de workshops e pesquisa com a participação de jornalistas e assessores de imprensa de São Paulo. São Paulo: Sinjoesp, 1999.

TENÓRIO, Fernando G. Flexibilização Organizacional. Rio de Janeiro: FGV, 2000.

THÉVENET, M. Auditoría de la cultura empresarial. Madrid: Díaz de Santos, 1992 [ed. Orginial Audit de la Culture D entrepise. París: Les Éditions d Organisation, 1986.]

THOMSON, K.. Emotional Capital. Oxford: Capstone Publishing Limited, 1998.

TOLELA MYERS, Michele; MYERS, Gail E. Administración mediante la comunicación. México D.F.: Edic. McGraw-Hill, 1983.

TORQUATO DO REGO, Francisco Gaudêncio. Comunicação empresarial, comunicação institucional: conceitos, estratégias, sistemas, estruturas, planejamento e técnicas. São Paulo: Summus, 1986.

TORQUATO DO REGO, Francisco Gaudêncio. Cultura, poder, comunicação e imagem: fundamentos da nova empresa. São Paulo: Pioneira, 1991.

TORQUATO DO REGO, Francisco Gaudêncio. Jornalismo empresarial. São Paulo: Summus, 1984.

TORQUATO DO REGO, Francisco Gaudêncio. Tratado de comunicação organizacional e política. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

VAN RIEL, C. Comunicación Corporativa, Madrid: Prentice Hall, 1997.

VIGNERON, Jacques. Comunicação interpessoal e formação permanente. São Paulo: Angellara, 1996.

VILELA, Regina. Quem tem medo da imprensa? Como e quando falar com os jornalistas. São Paulo: Campus, 1998.

VILLAFAÑE, J. (coord). El Estado de la Publicidad y el Corporate en España e Hispanoamérica. Madrid: Pirámide, 2002.

VILLAFAÑE, J. La gestión profesional de la imagen corporativa. Madrid: Ediciones Pirámide, 1999.

Bibliografia de Relações Públicas

ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Administração de relações públicas no governo. São Paulo: Edições Loyola, 1982.

ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Curso de relações públicas: relações com os diferentes públicos. 6a. ed. revista e ampliada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.

ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Dicionário profissional de relações públicas e comunicação e glossário de termos anglo-americanos. 1. ed. São Paulo: Edição Saraiva, 1996.

ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Para entender relações públicas. 3. ed. São Paulo: Loyola, 1983

ANDRADE, Cândido Teobaldo de Souza. Psico-sociologia das relações públicas. São Paulo: Loyola, 1989.

ADAMS, G. Donald. Museum Public Relations. Walnut Creek: AltaMira Press, 1983.

ALONSO, Maria Beatriz Ruíz. Relaciones Publicas: mucho más que una profesión. Buenos Aires: MABRA, 1988.

BARQUERO CABRERO, José Daniel & BARQUERO CABRERO, Mário. O livro de ouro das relações públicas. Trad. de Abílio Fonseca. Porto: Porto Editora, 2001.

BARQUERO CABRERO, José Daniel. Comunicación y relaciones públicas: de los orígenes históricos al nuevo enfoque de planificación estratégica. Madri: McGraw-Hill, 2001.

BARQUERO CABRERO, José Daniel. Relaciones Públicas financieras. Barcelona: Ediciones Gestión, 2001

BAUS, Herbert M. Relações Públicas: dinâmica e prática. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

BLACK, Sam. ABC de las relaciones públicas. Barcelona: Ediciones Gestión, 2000.

BLACK, Sam. Casos de relaciones publicas internacionales. Barcelona: Ediciones Gestion, 2000.

BOTAN, Carl H. & HAZLETON, Vicent. Public relations theory. New Jersey: Lawrence E. Associates, Publishers, 1989.

BRODY, E. W. & STONE, Gerald C. Public Relations Research. New York, Praeger Publishers, 1989.

BROOM, Glen M. & DOIZIER, David M. Using research in Public Relations: aplications to program management. New Jersey: Pearson Education POD, 1996.

CAPRIOTTI, Paul. Planificación estrategica de la imagem corporativa. Barcelona: Editorial Ariel, 1999.

CANFIELD, Bertrand R. Relações Públicas: princípios, casos e problemas. 4.ed. São Paulo: Pioneira, 1991.

CESCA, Cleuza G. Gimenes & CESCA, Wilson. Estratégias empresariais diante do novo consumidor. São Paulo: Summus, 2003.

CESCA, Cleuza G. Gimenes. Comunicação Dirigida Escrita na Empresa. São Paulo: Summus, 1995.

CESCA, Cleuza G. Gimenes. Organização de eventos. São Paulo, Summus, 1997.

CHILDS, Harwood L. Relações Públicas, propaganda e opinião pública. Rio de Janeiro, FGV, 1964.

CULBERSTSON, Hugh M. & CHEN, Ni. International public relations: a comparative analysis. Mahwah: Lawrence Erlbaum, 1996.

CUTLIP, Scott; CENTER, Allen & BROOM, Glen. Efective public relations. 6. ed. New Jersey: Prentice-Hall, 1985.

D’AZEVEDO, Martha Alves. Relações Públicas: teoria e processo. Porto Alegre: Sulina, 1971.

NGLERT, Suzana Vellinho. Canela, a reconquista de um horizonte. Porto Alegre: Sulina, 2002.

FLETA, Luis Solano. Fundamentos de las relaciones públicas. Madrid: Editorial Síntesis, 1995.

EVANGELISTA, Marcos Fernando. Relações Públicas: fundamentos e legislação. 2.ed. Rio de Janeiro: Ed. Rio, 1977.

FORTES, Waldyr G. Relações públicas: processos, funções, tecnologia e estratégias. 2a. ed. revista e ampliada. São Paulo: Summus, 2003.

FORTES, Waldyr G. Transmarketing: estratégias avançadas de relações públicas no campo do marketing. São Paulo: Summus, 1999.

GIA GALGLIA, Maria Cecília. Organização de eventos: teoria e prática. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

GRUNIG James. (ed.). Excellence in public relations and communication management. Hillsdale: Erlbaum Associates, 1992.

GRUNIG James. A situational theory of publics: conceptual history, recent chalenges and new research. In: MOSS, Dany; MACMANUS, Toby; VERCIC, Dejan (Eds.). Public relations research: an international perspective. London/Boston: International Thomson Business Press, 1997.

GRUNIG, J. & HUNT, T. Managing Public Relations. New York: Holt, Rinehart & Winston, 1984.

HEATH, Robert L. Handbook of public relations. Thousand Oaks / London: Sage, 2001.

HIERT, Eldon. Precision Public Relations. New York: Longran, 1988.

HUNT, Todd & GRUNIG James E. Public relations tecniques. Orlando: Holt/Rinehart and Winston, 1994.

KELLY, Kathleen S. Fund raising and public relations: a critical analysis. New Jersey: Hillsdale, 1991.

KUNSCH, Margarida M. Krohling (org.). Obtendo resultados com relações públicas. São Paulo: Pioneira, 1997.

KUNSCH, Margarida M. Krohling. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. Edição revista, ampliada e atualizada. São Paulo: Summus, 2003.

KUNSCH, Margarida M. Krohling. Relações públicas e modernidade: novos paradigmas na comunicação organizacional. São Paulo: Summus, 1997.

LEÃO, Reynaldo de Miranda. Relações públicas para executivos. Manaus: Editora Valer, 2001.

LERBINGER, Otto. The crisis maneger: facing risk and responsability. New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 1997.


LESLY, Philip. Os fundamentos de Relações Públicas e da Comunicação. São Paulo, Pioneira, 1995.

MATIAS, Marlene. Organização de eventos: procedimentos e técnicas. Barueri: Manole, 2001.

MATTOS, Sílvia. A revolução dos instrumentos de comunicação com os públicos. Porto Alegre: Comunicação Integrada Editores. ABRP – RS/SC, 1995.

MILMAN, Túlio; KRAMER, Heitor. Vença com a mídia: transforme os meios de comunicação em aliados. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2002.

MOSS, Dany; MACMANUS, Toby; VERCIC, Dejan (Eds.). Public relations research: an intenationalk perspective. London/Boston: International Thomson Bussiness Press, 1997.

NEWSON, Doug & CARREL. Public relations writing: form and style. 6a. ed. Califórnia: Wadsworth Publishing, 2000.

NEWSON, Doug. This is PR: the relates of public relations. 7a. ed. Califórnia: Wadsworth Publishing, 1999.

NOGUERO, Antonio. & XIFRA, J. Premios yunque de plata 1987. Los mejores casos prácticos de RR.PP, selecionados por la PRSA. Barcelona: ESRP-PPU, 1990.

NOGUERO, Antonio. Programación y tecnicas de relaciones públicas. Barcelona: ESRP-PPU, 1988 (Coleción Comunicación y Relaciones Públicas.

NOGUERO, Antonio. Relaciones Públicas e indústria de la persuasion. 2. ed. Barcelona: ESRP-PPU, 1990 (Coleción Comunicación y Relaciones Públicas).

NOGUEIRA, Nemércio. Opinião pública e democracia. São Paulo: Nobel, 1987.

NUNES, Marina Martinez. Cerimonial para executivos. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1996.

NUNES, Marina Martinez. Redação em Relações Públicas. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1995.

PAVLIK, John. La investigación en relaciones publicas. Barcelona: Gestión, 2000.

PENTEADO, J. R. Whitaker. Relações Públicas nas empresas modernas. 4.ed. São Paulo: Pioneira, 1989.

PERUZZO, Cicilia Krohling. Relações Públicas no modo de produção capitalista. 2a. ed. São Paulo : Summus, 1996.

POYARES, Walter. Imagem pública: glória para uns, ruína para outros. São Paulo: Globo, 1998.

POYARES, Walter. Comunicação Social e Relações Públicas. Rio de Janeiro, Agir, 1974.

SIMÕES, Roberto Porto. Relações públicas e micropolítica. São Paulo: Summus, 2001.

SIMÕES, Roberto Porto. Relações Públicas: função política. 3ª São Paulo: Summus, 1995.

SIMON, Raymond. Relaciones públicas: teoria y práctica. México: Limusa, 1994.

RUNGARD, Sue; FRENCH, Ylva. Marketing and Public Relations Handbook for Museums, Galleries, and Heritage Attractions. Walnut Creek: AltaMira Press, 2000.

THEAKER, Alison (ed.). The public relations handbook. London: Routledge, 2001.

VIEIRA, Roberto Fonseca. Relações Públicas: opção pelo cidadão. Rio de Janeiro: Mauad, 2002.

VOLPI, Alexandre. Na trilha da excelência: uma lição de relações públicas e encantamento de clientes. São Paulo: Negócio Editora, 2003.

WEY, Hebe. O processo de Relações Públicas. São Paulo: Summus, 1993.

WHITE, John & MAZUR, Laura. Strategic communications management. Making Public Relations Work. Workingham: Addison-Wesley Publishing Company, 1995.

WILCOX, Dennis L. Public Relations: strategies and tactics. 4. ed. New York: Harper Collins College Publishers, 1995.

Nenhum comentário: