29.10.08

Blog & Jornalismo investigativo

Putz! Aqui em Brasília continua fazendo muito calor. O ar-condicionado daqui do trabalho só funciona quando está fazendo muito frio. Desse jeito fica difícil trabalhar. Dá indisposição e desânimo. Agora eu entendo a “lerdeza” dos baianos, brincadeira viu.

Vamos ao que interessa. O jornalista Lucio Vaz do Correio Braziliense mantinha um blog no site do correio. Na última sexta-feira ele escreveu seu post de despedida, por que para ele, manter um blog e escrever para um jornal é uma missão quase que impossível. Ainda mais fazer jornalismo de investigativo, a sua especialidade.
Fazer um blog pode parecer algo fácil, mas também exige tempo e dedicação. Exige, ainda, um acompanhamento de tudo o que ocorre no país, para que o espaço tenha variedade.. É preciso estar com as antenas ligadas. O leitor do blog também espera notas mais curtas, com informações quentinhas. Ele não quer nem mesmo rolar a tela. São três ou quatro parágrafos, no máximo. Por tudo isso, é praticamente impossível conciliar reportagem investigativa com o abastecimento de um blog.
Eu discordo de algumas "verdades" apontadas por blogueiros. Muitos acham que fazer blog é sair copiando tudo o que outros colegas fizeram de bom naquele dia. Outros acham que basta ficar comentando tudo o que acontece no país. Procurei manter um blog com informações exclusivas, sobre o tema "controle público". Recebi boas informações de leitores, mas eram tão boas que mereciam mais do que aqueles três ou quatro parágrafos. Resultaram em reportagens de uma, duas e até três páginas no Correio. Também não gosto de fazer comentários. Prefiro levar a informação ao leitor, para que ele tire as suas conclusões.

Nenhum comentário: