31.7.08

Quem entende não bloqueia

Várias empresas, públicas e privadas, proíbem o acesso a sites sociais ou de relacionamentos, como Okut, SMN, Youtube e Myspace. A justificativa dos chefes e dos administradores de rede é que os sites são uma porta de entrada para os vírus, que poderão afetar o servidor da empresa.

De certa maneira, algumas funções não necessitam destes sites para o desempenho profissional. Entretanto, para as assessorias de comunicação e para as redações de jornais, elas auxiliam no desempenho do trabalho, pois o oficio necessita do contato com diversas pessoas que poderão estar na mesma cidade ou no exterior.

Muitos pensam que o Orkut é somente um site de adolescente, que não tem muito que fazer. Se bem utilizado ele poderá ser uma mina de pautas para os jornalistas, além de poder localizar alguns personagens para as matérias ou, ainda, um mecanismo de apuração das pautas.

O MSN também tem o mesmo perfil de eficiência dos sites de relacionamento. Ele é uma excelente ferramenta de comunicação interna ou de apuração. Para os repórteres do século XXI, essas ferramentas já estão dia-a-dia da profissão.

Nenhum comentário: